Atriz Noticias

Marat Descartes, Sandy e Antônio Fagundes, os protagonistas

Baseado no romance A Arte de Produzir Efeito sem Causa, de Lourenço Mutarelli, Quando Eu Era Vivo tem previsão de estreia no Brasil para o mês de junho de 2013 pela Vitrine Filmes. Por enquanto a página do filme no Facebook está disponibilizando aos poucos algumas imagens, incluindo foto de uma página do roteiro.

Novamente Marat Descartes, que esteve em Trabalhar Cansa, retorna para uma produção de Dutra. As novidades são as presenças de Sandy Leah e Antônio Fagundes, completando o trio de protagonistas.

Na trama, o personagem de Descartes é um rapaz que retorna à casa de seu pai (Fagundes) depois de perder o emprego e a mulher. No entanto, ele já não se sente mais à vontade no lugar. Sem ter muito o que fazer, encontra espaço para se interessar pela jovem inquilina (Sandy Leah). Depois de encontrar objetos do passado de sua família, o rapaz desenvolve uma obsessão pelo passado de sua mãe morta, entrando numa confusão mental, pouco distinguindo a realidade da ilusão.

Marat Descartes ultimamente tem ganhado destaque em filmes pequenos mas importantes de nossa cinematografia. Depois de Trabalhar Cansa, o ator ganhou o prêmio de melhor ator em Gramado por Super Nada, de Rubens Rewald, ainda inédito comercialmente no Brasil. Portanto, é de se ficar de olho em seus trabalhos. E também, claro, no grupo de jovens diretores formado por Marco Dutra, Juliana Rojas e Caetano Gotardo. Juliana, inclusive, é montadora de Quando Eu Era Vivo.

Confiram mais notícias e informações na fan page
www.facebook.com/quandoeueravivo
Enquanto não tem trailer de Quando Eu Era Vivo, confira o trailer do surpreendente Trabalhar Cansa, já disponível em DVD.