Noticias

Sandy comenta postura mais rigorosa no júri do “SuperStar”

Sandy já estreou a terceira temporada do SuperStar mostrando toda a sua personalidade e impressionou até os colegas de bancada. Será que a cantora vai tomar de Daniela Mercury o título de “a rainha má, má, má”, letra da música “Rainha do Axé”? A própria baiana brincou quando Sandy escolheu não dar os 7% para a banda Supertoy: “Muito pior que eu”.
Nos bastidores do reality, a jurada diz que não teme a fama de má:

“No ano passado, diziam que eu era a supersincera porque falava as coisas na lata. Eu sou assim, gente! Não vou criar um personagem”, avisa.

Sandy comenta a dificuldade de julgar o trabalho das bandas, e afirma que ser sincera e justa é um desafio muito grande. “Preciso ser fiel aos meus princípios, aquilo que eu acredito enquanto jurada desse programa. E ter jeito para falar porque não quero deixar ninguém chateado ou com raiva de mim. Você está ali quase que decidindo o futuro das pessoas e contribuindo ou não para a realização do sonho delas”, explica.
Mas, Sandy, e se você ficar com a reputação de malvada nas redes sociais? “Vou fazer 26 anos de carreira e já passei por tanta especulação, de falaram de mim e até inventarem boatos absurdos. Já não tenho medo de mais nada”, assegura. Para completar, a jurada lembra que já tinha avisado que seria mais criteriosa nesta edição. “Eu aprendi que todo mundo que está aqui é bom. Só que para ser um SuperStar tem que ter um diferencial. Agora para eu dar o ‘sim’ é mais difícil. Está mais difícil me conquistar”, diz, aos risos.

Fonte: SuperStar\Globo