Noticias

Sandy Leah: O que há por trás do sorriso

A cantora lança seu disco solo, Manuscrito, e fala sobre a necessidade que tem de se esconder.

Foto: Julian Marques

Quando Sandy conversa, intercala as frases com uma risadinha tímida, invariavelmente. O que parece nervosismo ou excesso de bom humor pode ser só disfarce, segundo a própria cantora, 27 anos. ”Por trás de um sorriso pode ter tanta coisa… às vezes, a gente sorri e está arrasada”, diz.

Depois de 17 anos de carreira ao lado do irmão, Junior, 26, e três anos de recesso – com um casamento e a graduação em letras na bagagem -, Sandy Leah lança seu primeiro álbum solo, Manuscrito. As canções, todas autorais, parecem expor um pouco a garota que sempre fugiu das entrevistas pessoais e nunca gostou de expor publicamente sua vida. ”As canções revelam de mim, mas não são autobiográficas. Há muita coisa minha ali, mas há também personagens que eu criei, porém ninguém sabe o que sou eu e o que é o personagem. Não vou revelar nada além do sentimento. Esse, sim, é todo meu”, diz.

Máscaras de proteção

Em Mais um Rosto, Sandy afirma que não sabe ”a cor da dor de ser mais um rosto que mente”. Ela admite que se esconde atrás de máscaras: ”A gente mente para se proteger, mas são mentiras que não fazem mal a ninguém. Não podemos estar 100% despidos, sermos naturais. Mas dói não ser verdadeira. Se eu não falo da vida pessoal, não quer dizer que ela não exista. Tenho probleminhas como todo mundo. Não quero forçar uma situação que não existe e me mostrar só porque sou uma pessoa pública. Sou reservada”.

Se o período de recesso foi longo, Sandy se mostra determinada no retorno. ”Eu não quero mais fugir do maior prazer da minha vida, que é a música. Já descansei bastante”, garante. Além de trabalhar calmamente nas composições do disco, ela aprendeu a administrar o lar. ”Não é simples, dá bastante trabalho, mas aprendi rápido. Curto a vida de casada.” E quando se fala em vida conjugal, é impossível escapar da maternidade: ”Eu sonho em ser mãe, mas ainda vai demorar um pouco. Meu momento é de trabalho”, avisa.

No caso de Sandy, trabalho e casamento andam cada vez mais juntos. O marido, o músico Lucas Lima, 27, com quem divide o mesmo teto desde 2008, é seu principal parceiro nas composições do novo disco e produtor, em parceria com Junior. Às vezes, o Lucas pega o violão e faz alguma coisa que me inspira. Pode ser um acorde só e vira uma música. Com meu irmão também componho assim”, conta.

A mais sexy

Sandy retorna em grande estilo e com o título de a cantora mais sexy do Brasil, numa eleição realizada com leitores do site de música Vagalume. ”Não é uma abordagem que escolhi, não quero ser sensual. Posso mexer com isso em uma foto, mas não é meu propósito. Mas quando isso acontece por eleição do público, fico muito feliz, afinal, sou mulher, poxa!”, admite. Sobre o ensaio sensual, é menos categórica do que costuma ser. ”Eu tenho sensualidade como qualquer mulher. Se algum dia sentir vontade de posar, não tem por que não fazer. Mas não tenho essa vontade agora.”

Marido e irmão como parceiros

Manuscrito traz 13 canções compostas por Sandy e com alguns parceiros, principalmente o marido e músico, Lucas Lima. ”Essa é a primeira vez que gravei no meu tempo, sem influências externas. Hoje, escuto o disco e continuo satisfeita”, diz. Lucas e Junior, o irmão, assinam a produção do CD. ”Eles não iriam trair o que sou como pessoa e artista. Trabalhar com quem se ama e se admira profissionalmente é muito bom.”

No pacote do lançamento, há ainda um documentário em DVD, que revela os detalhes do processo criativo da confecção do disco. O diretor Fernando Grostein de Andrade mostra Sandy falando de carreira e família e em cenas rotineiras como, por exemplo, limpando a sujeira feita pelo seu cachorro. Na cena final, a cantora entra em seu apartamento e, antes de fechar a porta, diz, olhando para a câmera, que ali ninguém pode entrar. Embora não alimente a imagem de mulher sensual, Sandy foi eleita a cantora mais sexy do Brasil pelos leitores do site Vagalume.

Fonte: Contigo