Noticias Show

Sandy retoma turnê ‘Manuscrito’ em SP

A noite era de sexta-feira (13), mas a sorte estava do lado de Sandy Leah. Poucos minutos passaram das 22h quando a cantora deu início à sua apresentação no Citibank Hall, em São Paulo. Gritos, aplausos e alguns ataques histéricos denunciavam sua volta aos palcos com sua turnê solo, intitulada Manuscrito.

Visivelmente empolgada com o retorno, Sandy saudou as 1.200 pessoas que foram apreciar seu show. “Boa noite São Paulo! Que bom estar aqui de volta! Espero que vocês se divirtam tanto como eu”, disse logo após tocar Pés Cansados e Dedilhada. “Sejam muito bem-vindos. E que a gente tenha muitos momentos bons”, continuou.

Em seguida, pediu a todos que se sentassem, pois havia se formado um grande aglomerado de fãs bem na frente do palco que atrapalhava a visão dos que estavam sentados mais atrás. “Faz de conta que a gente está na sala da minha casa”, falou bastante à vontade.

A cada início de canção, o público vibrava. “Maravilhosa”, alguns gritavam. “Eu te amo”, vários outros entoavam. E Sandy não deixou as palavras carinhosas passarem despercebidas. “Eu também”, disse várias vezes retribuindo as declarações.

Depois de algumas canções suas, Sandy apresentou sucessos de outros cantores. “No show, eu resolvi colocar músicas de outros artistas. Artistas que eu gosto de ouvir, que eu gosto de cantar”, explicou. E assim foi dada a deixa para Beija Eu, de Marisa Monte. Put Your Records On, da Corinne Bailey Rae, Wonderwall, do Oasis, Hoje Eu Quero Sair Só, de Lenine, e Por Enquanto, do Legião Urbana, foram algumas que receberam uma releitura na voz de Sandy.

Pouco antes de homenagear os tempos de outrora, a cantora fez uma revelação. “Vou contar uma coisa para vocês”, disse, em tom de confissão. “Foi aqui que conheci meu marido”, suspirou, mandando um beijo para Lucas Lima, que a assistia a mulherde um local privilegiado da plateia ao lado dos sogros, Noely e Xororó.

Em seguida, os tempos com Júnior foram relembrados. “Me deu vontade de colocar alguma coisa o passado. Aquilo que me construiu, aquilo que sou hoje. São muitas histórias, muitas lembranças que não vão se apagar nunca”, comentou. Esse turu, turu, turu aqui dentro, que faz turu, turu, quando você passa…, entoou, como se estivesse cantando para seu marido.

No fim, após apresentar Tempo e Casa, Sandy, muito contente pela noite de sucesso, agradeceu a todos que foram prestigiá-la na retomada de sua turnê. “Valeu galera. Não tenho nem palavras para explicar. Valeu pelo carinho, pela energia. Obrigada por tudo. A gente se vê em uma próxima. Amei tudo.”

Setlist
Pés Cansados
Dedilhada
Ela/Ele
Perdida e Salva
Beija Eu
Put Your Records On
Tão Incomum
Hoje Eu Quero Sair Só
O Que Falhou Ser
Duras Pedras
Dias Iguais
Wonderwall
Por Enquanto
Quando Você Passa
Estranho Jeito de Amar
Black Horse and the Cherry
Sem Jeito
Quem Eu Sou
Esconderijo
Casa
Tempo

  • Terra – Adapt.: SLBR